Foto em preto e branco, antiga, de uma menina pulando corda e de boca aberta, com dentes enormes e afiados.

O Pequeno Bestiário de Demônios Modernos

O Pequeno Bestiário de Demônios Modernos é um projeto que maturou por aproximadamente três anos por aqui e agora está pronto para ir ao ar. É uma coleção de contos de ficção com o tema “demônios urbanos”, low fantasy, com uma pitada forte de realismo na sua maioria. Livremente inspirados em demônios da mitologia judaico-cristã, esta coleção já andou pelo Wattpad em 2015 e saiu do ar para revisão. Agora volta neste site como projeto conjunto para a minha newsletter.

*Trigger warning: consulte no final desta página.

Nem um gemido, ganido ou berro. O sangue escorreu quente. O gosto era parecido com soro morno misturado a vinho doce e suor. Era bom.

[trecho do conto Joana Acorda]

A idéia é postar um conto por mês, ao longo de um ano. Para saber mais do projeto, assine a minha newsletter através deste link. O primeiro email sobre o Bestiário sai na próxima semana.

Escuro. Seu corpo inteiro se soltou. E ela, soltou-se do corpo.
Apareceu do outro lado da sala. Seu corpo continuava no mesmo lugar, mas ela o via de um ponto no canto da sala, assistindo à cena do seu estupro do lado de fora da própria carne. Seu corpo todo frouxo em cima do sofá, e ao mesmo tempo retesado, como uma boneca de pano.

[trecho do conto Sara Levanta]

Segue a lista das bestas já publicadas:

  1. Joana acorda
  2. Sara levanta

Você pode seguir só a lista de publicação dos contos por aqui, nesta página, se quiser apenas lê-los sem acompanhar a newsletter com extras do meu trabalho. Mas eu recomendo fortemente que você assine a lista de emails para ficar de olho no conteúdo inédito que vai vir por lá. Inclusive eu conto a história do processo de criação e de onde surgiu a ideia para cada conto nos emails.

Te vejo por aí.

foto preto e branco de uma pessoa de costas no escuro e uma fumaça na frente.

Longas noites e sonhos pertubadores!

Ligou para o açougue e pediu a peça mais fresca e mais inteira do lugar: um animal vivo. O dono do açougue hesitou, cobrou mais caro, desistiu. Nesse momento a raiva vibrou dentro dela e virou um lampejo de ira. Uma lâmpada queimou aquele dia; não na casa dela, mas no escritório do açougue. Ela não estava lá para ver, mas sabia. Demônios sempre sabem de tudo.

[trecho do conto Joana Acorda]

 

 

x—–x—-x—-x

Trigger warning e Disclaimer

Aviso que esta série tem cenas bem descritivas de estupro, violência contra mulher, maus-tratos contra animais e sexo explícito.

Embora essas cenas estejam lá para cumprir uma importante função – muitas vezes política, admito -, eu acho importante avisar as pessoas que podem ter alguma reação negativa a elas ou que tenha forte restrições sobre consumir este tipo de material.

x—–x—-x—-x

1 comentário em “O Pequeno Bestiário de Demônios ModernosAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *